Erosão na costa provocada pelo aquecimento e o mau uso

3
1636
views

Erosão na costa, acirrada pelo aquecimento e mau uso, atinge 60% do litoral do Brasil

O litoral não perdoa erros, é de sua índole ser assim. Ali, naquele frágil espaço onde o mar se encontra com a terra, há muitos protagonistas em ação, como as marés, os ventos, as correntes e ressacas, e até as chuvas. São forças que atuam 24 horas por dia, umas ‘empurrando’, outras ‘puxando’ o terreno; e há as que cavam buracos ao lado de terceiras que sopram areia. Tudo isso gera a erosão na costa, natural, de que são vítimas os litorais.

imagem de Erosão na costa em Atafona, RJ.
Erosão em Atafona, RJ.

Este fenômeno, do ‘puxa e estica’, também é conhecido na academia como ‘equilíbrio  dinâmico‘. Isso explica porque você voltou a uma praia deserta, depois de algum tempo, e encontrou uma fisionomia diferente. Um rio que antes desaguava no meio da praia, agora tinha sua foz na extrema direita, por exemplo. Por isso não basta ocupar o litoral de qualquer jeito. É preciso saber como fazê-lo. Com o fenômeno do aquecimento, e o mau uso da terra, a erosão na costa se alastrou e já atinge perigosos 60% do litoral do País.

imagem da ilha da croa, Al, onde há erosão na costa
Ilha da Croa, Al.

O levantamento da erosão na costa

Este site vive alertando sobre mais este problema. Os brasileiros (ricos) estão contribuindo para destruir o litoral ao ocuparem-no a seu bel, e egoístico, prazer. Sobre os levantamentos da erosão, o primeiro foi publicado em 2003, quando cerca de 3.000 km do litoral estavam afetados. O último, Panorama da Erosão Costeira no Brasil, publicado no fim do ano pelo Programa de Geologia e Geofísica Marinha (reúne 27 universidades e instituições de pesquisa), mostrou que a erosão já tomou 60% do litoral do País.

imagem da Praia de Ajureteua com Erosão na costa
Praia de Ajureteua, região Norte. Foto: Panorama da Erosão Costeira no Brasil

O litoral pode ser medido de formas diferentes. Em linha reta, por exemplo, ele tem cerca de 7.000 quilômetros. Já, se a medição incluir as reentrâncias, baías, enseadas, ele pode atingir até 8.500 quilômetros. Na pesquisa, ele foi medido em linha reta, isso significa que 4.500 quilômetros de litoral são afetados pela erosão. As regiões mais críticas são a Norte e Nordeste.

imagem de Voçoroca no morro do Farol do Cabo de Santo Agostinho, PE.
Voçoroca no morro do Farol do Cabo de Santo Agostinho, PE.

A crítica aos ricos brasileiros

Ela nos parece mais que pertinente, e por vários motivos. O primeiro, e mais importante, é que as pessoas ditas ‘ricas’, têm possibilidade de se informarem, e não darem maus exemplos. Esta é a obrigação número um de ricos, num país cheio de miseráveis.

imagem de erosão na costa de Sergipe
Quer cena mais patética? Sergipe, praia de Pirambu.

Mas, ou não se informam,  ou sabem e fingem que não, o fato é que grande parte deles comprou posses de nativos por preços irrisórios, derrubou os casebres, e ergueu mansões, clubes, marinas, condomínios, resorts, hotéis, e uma infinidade de outros, à beira-mar, em cima da praia, eis aí o egoísmo, para terem ‘vista pro mar’ não titubeiam em destruir a paisagem,  onde é proibido, ou em cima de ecossistemas importantes, caso das dunas, cujas funções englobam ser um repositório de areia das praias. Ao ‘barrar’ o movimento natural das dunas, elas deixam de fazer seu serviço, apressando a erosão. Sem falar no horror que é a especulação da qual muitos ricos são os agentes preferidos deste crime.

O que existe no local onde hoje a erosão dá as cartas?

Os mais variados ecossistemas. Eis o grande problema que este site não se cansa de lembrar: 90% da cadeia de vida marinha começa exatamente neste frágil local. Mangues, restingas, praias, dunas, etc, vão para o saco depois que a erosão se instala.

imagem de erosão na costa em Praia de Manguinhos, São Francisco do Itabapoana.
Erosão Costeira na Praia de Manguinhos, São Francisco do Itabapoana, RJ . Foto: KeisonVenancio/Campos24horas

Mostramos o resultado de se ocupar dunas, no balneário do Hermenegildo, no sul do País. Portanto, além de afetar profundamente a lindíssima paisagem, um bem comum, que pertence a todos os brasileiros, desta e das futuras gerações, afeta também a já combalida vida marinha. Para o organizador do levantamento, o geógrafo Dieter Mueher,

O que afeta mais é a interferência local na paisagem, a ocupação cada vez maior da faixa costeira

imagem de Enrocamento construído para conter o avanço da erosão costeira em área ur- banizada.
Enrocamento construído para conter o avanço da erosão costeira em área urbanizada. Proximidades da foz do rio Macaé, em Macaé. Foto: Dieter Muehe

Erosão, por região geográfica

Nas regiões Norte e parte do Nordeste, cerca de 60 a 65% da linha de costa está sob processo erosivo, ao passo que no Sudeste e Sul esse percentual tem cerca de 15%. Norte e Nordeste apresentam percentuais maiores por várias razões, entre elas a menor declividade da praia, e maior amplitude da maré. Seja como for, é bom deixar claro que as zonas costeiras são consideradas, no mundo inteiro, uma das áreas de mais rápidas variações morfológicas naturais do planeta. O estudo ressalta a necessidade de deixar as praias livres de construções: “A praia deve ter espaço suficiente também na retaguarda, mas é nesta área que comumente construímos prédios, calçadas, muros, diques e estradas, que causam reflexão das ondas e transportam a areia da praia para o fundo marinho.”

imagem de erosão em praia de sergipe
Praia, cadê a praia? SE.

Muros ou barreiras de contenção, e erosão na costa

Você já deve ter visto estas intervenções em algumas praias, não? Pois é, quando a erosão começa a se manifestar é comum ver este tipo de barreira que, ao invés de ajudar, prejudica ainda mais. Veja o que dizem os autores do estudo: “as praias não podem mais recuar por falta de estoque disponível de areia na área emersa.

imagem de praia no Espírito Santo
Praia do Espírito Santo. Pra onde vai esta areia? A barreira de contenção é a própria avenida!

Os muros (seawalls) representam o mais mortal inimigo das praias, impedindo sua migração em direção ao continente e forçando seu desaparecimento.” Outro problema é que em muitos locais já ocorre mineração direta das areias das praias potencializando ainda mais a erosão.”

As grande obras, como portos, e outras, também dão sua contribuição

Entre as grande obras na costa, uma das mais importantes, e mais numerosas, são os portos. Vejamos o que diz o estudo sobre eles: “Influência humana: Nesta categoria estão enquadradas principalmente as estruturas portuárias.

imagem das fundações do porto de Pecém, Ceará.
Pecém, Ceará.

Um porto é uma área protegida criada artificialmente pela construção de enrocamentos, às vezes ancorados na linha de costa, ou na forma de quebra-mares construídos costa afora. Estas estruturas interrompem o transporte de sedimentos litorâneos, causando deposição, gerando um déficit sedimentar a sotamar das mesmas, e, consequentemente, erosão da linha de costa.

imagem do porto de Pecém
Pecém.

Objetivo do estudo ora comentado

É objetivo que o estudo seja entregue aos Estados, e municípios costeiros, de modo que possam ordenar ocupação do litoral para evitar piorar a situação. Nosso litoral tem recordes de esquisitices como esta, destacada no estudo, e apenas um dos muitos exemplos de falta de ação do poder público: “Em Pernambuco, com uma zona costeira que representa cerca de 4% do território, vive 43,8% da população. O crescimento demográfico exponencial na Zona Costeira acompanhado pela explosão desordenada das atividades turísticas, precipitaram a sua descaracterização, já irreversível em alguns setores praiais de vários municípios.”

Quem sabe um dia o Estado tupiniquim deixe de correr atrás do prejuízo, e passe a planejar. Verá que é mais barato, e mais fácil fazer acontecer. Quem viver, verá.

Fonte: https://www.researchgate.net/profile/Eduardo_Bulhoes/publication/328902617_Panorama_da_Erosao_Costeira_no_Brasil_Capitulo_Rio_de_Janeiro/links/5beaa23d4585150b2bb28edf/Panorama-da-Erosao-Costeira-no-Brasil-Capitulo-Rio-de-Janeiro.pdf.

Você come camarão?

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

3 COMENTÁRIOS

  1. SE APRENDE PELA SABEDORIA OU PELA DOR!

    Como a primeira parte é nula nos brasileiros, só resta mesmo a segunda, mas deveria acontecer aos vândalos que destroem o litoral, poluem as águas. A propósito onde fica a nossa poderosa Marinha do Brasil cuja função Constitucional “seria” zelar pelos litorais, rios e lagos????

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here