Resgate do Mar Sem Fim: acabou!

48
2098
views

Resgate do Mar Sem Fim: acabou!

21hs35.

Acabo de receber o seguinte torpedo do Comandante Paes: “Prezado João, Felinto avistou MSF no Canal de Beagle”.

Esta é a melhor notícia dos últimos meses, desde do naufrágio, em abril do ano passado.

Explicando: O Comandante Paes é o segundo do gerente do Proantar, Contra- Almirante Silva Rodrigues.

Resgate do Mar Sem Fim: acabou!
Resgate do Mar Sem Fim: acabou!

“Felinto” é o navio Felinto Perry, que nos levou até a Antártica e, depois de reabastecer em Punta Arenas, está hoje voltando para lá.

Encontramos o grupo da Marinha em Punta Arenas no dia de nossa volta. Além do Comandante Paes, e do Contra – Almirante Silva Rodrigues, estava o Comandante da Marinha do Brasil. Juntos iam visitar a Base Ferraz. Estive com eles na véspera da partida. Agradeci ao Ministro da Marinha, Almirante-de Esquadra Julio Soares de Moura Neto, pelo excepcional trabalho e ajuda no resgate do barco. Mas não comemorei.

O Mar Sem Fim ainda tinha um último, e perigoso, desafio: atravessar o Drake rebocado. Havia o risco de novo naufrágio.

O recado mostra que agora, sim, podemos comemorar. A- CA- BOU.

Resgate do Mar Sem Fim: acabou!
Foto da Marinha do Brasil, enviada em 24/2/13. O Mar Sem Fim no Beagle, defronte Puerto Willimans.

O resgate foi um grande sucesso. Um tremendo trabalho de equipe envolvendo a Marinha do Brasil, Chile, e Argentina, além do fundamental apoio de russos e chineses.

E de vocês, leitores, que desde o início, em 7 de janeiro, têm participado desta “faina” através das mensagens mais bonitas que recebi até hoje.

Muito obrigado a todos.

Durmam com os Anjos. Porque é assim, leve, feliz, que vou dormir esta noite.

COMPARTILHAR

48 COMENTÁRIOS

  1. Joao,
    Gracias por tener esa gran confianza en el éxito de la operación y por darme la oportunidad de participar en ella.
    Un gran saludo y mis mejores deseos de éxito futuro.
    Respetuosamente,
    Anibal Toro

  2. Parabéns João , felizmente esta foi uma emocionante aventura, que apesar dos prejuízos emocionais e claro, financeiros, terminou bem e vai deixar muitas saudades.
    Bj
    Paula

  3. Postei hoje no meu facebook:

    Em abril do ano passado, naufragou no gelo da Antártida o navio Mar Sem Fim, do pesquisador e jornalista João Lara Rezende.
    João é um guerreiro, um daqueles sujeitos imprescindíveis, com um trabalho único de mapeamento do nosso litoral e de defesa lúcida e eficiente de nossos mares.
    É com alegria que voltei ao seu blog e vi esta fotografia, datada de 24/02/2013. O Mar Sem Fim foi resgatado do fundo do oceano e foi rebocado para o Sul do nosso continente. Infelizmente, não poderá ser recuperado, por inviabilidade econômica.
    Mas o coração de João está mais leve, pois deixar o Mar Sem Fim naufragado seria uma ferida não cicatrizada. Seu resgate foi uma verdadeira batalha e a história do Mar Sem Fim será registrada em livros e vídeos.
    Bravo, João! Meu coração também está mais leve.

  4. Parabens Pelo Resgate , quando vamos voltar a assistir seu programa Mar Sem Fim de novo , nos nao perdiamos nenhum programa aos domingos , nao deixe de nos avisar quando e onde vai passar ,

    Julio Cassar ( Sorocaba SP )

    • Julio: obrigado pela mensagem. Devo começar um novo programa na Cultura em abril. Desta vez vou mostrar as 62 Unidades de Conservação Federais da zona costeira. Elas se espalham desde o Rio Grande do Sul até o Amapá. Já gravei quatro programas antes de ir para a Antártica.
      Em breve estarei no ar outra vez. abraços

  5. Parabens Pelo Resgate , quando vamos voltar a assistir seu programa Mar Sem Fim de novo , nos nao perdiamos nenhum programa aos domingos , nao deixe de nos avisar quando e onde vai passar , Parabens , forte abraço

    Julio Cassar ( Sorocaba SP )

    • Caro Julio, obrigado pela mensagem. Provavelmente em abril começo uma nova série na TV Cultura, desta vez com foco nas Unidades de Conservação Federais da zona costeira. São 62, espalhadas entre o litoral do Rio Grande do Sul até o Amapá. Já temos quatro programas gravados. Só preciso descansar um pouco e retomar as gravações pra começar a veicular.
      Em breve no ar outra vez. A série nova já tem nome: Mar Sem Fim – Revisitando a Costa Brasileira.

  6. Joao,

    Qdo o Marzao chegar do outro lado oq ue vai fazer? Vende-lo? Ha um gde investimento a ser feito na base brasileira, tem um concurso do IAB que participo! A base ficara novinha, zeradinha!

    Nos prox anos a nossa base vai mudar muito e havera uma gde reforma, maior estrutura portuaria e presenca maior da marinha! O Mar Sem Fim ainda tem bandeira brasileira, faca dele um hotel, uma escola , um sala de cinema, bar dacing…

    Bar Sem Fim, puxa olha so…ficou legal…rs

    Afinal eh um bom teto brazuka em aguas geladas…O motor da para desmontar, pintar e retificar ele fica novinho, os eletronicos pifam e ficam desatualizados…

    Vah remontando o Marzao aos poucos afinal o que aprendemos com o mar e nao desistir facil. Qdo remontar o Marzao vamos pensar nos WCs quimicos que nao teem esses malditos canos e registros que tem que ser trocados todos os anos…canos sanfonados tipo esse que saem da maquina de lavar tbm aguentam mais a pressao!

    Tenho umas gaiutas lewmar usadas, qdo chegar no continente a gente coloca as gauitas que ja da uma cara mais saldavel para o Marzao! Vai pensando que ele saiu da UTI , foi desentubado agora vai para o quarto e daqui um tempo ele ja bom e navegando!

    Abcs e bons ventos!

    • Arthur: obrigado pela mensagem e sugestão. Mas é impraticável reformar o Mar Sem Fim. Imagine o custo de reboca-lo até o Brasil…
      Depois, mesmo que fizesse isto, teria que retirar tudo: fiação elétrica, tubulação hidráulica, motores, geradores, peças, filtros, móveis, etc. Consertar tudo e recolocar outra vez. Não dá. Seria um custo proibitivo…
      E, além disto, como seria a confiança depois da reforma? Não sei…
      É uma pena, mas ele vai ficar por lá. Não está certo ainda se vão vende-lo a peso, como sucata, ou se farão uma reforma “meia-boca” para usa-lo na pesca nos canais.
      O certo é que a minha história com o Mar Sem Fim ficará registrada em vários documentários, para cinema e televisão, já estamos editando; e em forma de livro, que já comecei a escrever.
      É isto, amigo, mais uma vez, obrigado pela mensagem e sugestão.
      abraços

      • Joao,

        Puxa os barcos costumam nos acompanhar em sonhos, meu primeiro veleiro de madeira eu vendi…foi muito triste! Ja me separei de companheiras, mas os barcos sao bem diferentes…eles voltam e nos puxam o pe na cama qdo estamos dormindo fundo. Minha ideia eh trona-lo navegavel, voce vai pulando de porto em porto ate chegar no Brasil.

        Aqui tem uma ong que afunda “coisas” para recuperar os meros, fazem abrigos para os peixes…Eh possivel afunda-lo novamente com um proposito. Isso impossibilita matar os peixes com redes de arrasto. Creio que assim a dor seria menor…A recuperacao dele ja nos forneceu informacoes preciosas, mas me preocupo com essa dor de abandonar uma embarcacao que quer navegar…ela do tipo Sem Fim (sangue portugues).

        Faca uma corrente na rede, vamos traze-lo para o Brasil…Conte com os varios marinheiros que vao ajuda-lo a nao ter sonhos Sem FIM. Ele ainda tem nossa bandeira, faca com ela seja respeitada peca um prazo…peca ajuda. Um bom casco vale mais que os revestimentos, o motor e os instrumentos, vc sabe bem disso. Peca reboque aa marinha brasileira. Eles deveriam patrulhar a costa e socorrer os barcos, ficam comprando armas, disparando misseis obsoletos e gastando dinheiro publico! Atiram nas ilhas e nao patrulham os nossos portos. Aimda deixam queimar nossas pesquisas na base brasileira na Antartica para ir em festinhas…

        O nome da marinha brasileira esta muito sujo nessas aguas geladas….lembre eles disso! Quem nao chora nao mama!

      • Joao,

        Por favor entre em contato URGENTE com o Rolf Weber ( passei os contatos dele via FACEBOOK), ele conhece o novo diretor do Instituto Oceonografico-USP, gostou da ideia de doa-lo para a USP. Combata a burocracia com a propria burocracia…(Asterix e os doze trabalhos).

        Eles teem navios, estrutura e uma base no Litoral Norte de SP

        Veja o que ele reportou da ideia do Marzao virar barco-dormitorio depois barco-pesquisa:

        “Arthur,

        Achei a ideia excelente. Acho que meu Diretor aceita a oferta mas peca para o Joao Mesquita me ligar ou passar um e- mail antes de fazermos uma oferta formal do Barco para USP”

        Abcs e bons ventos…

  7. Estamos todos felizes com o retorno do Marzão…. Parabéns à todos !!! Durmam tranquilos !!! Abraços ao Plínio…. ( Betão do Mestre Sardinha de Paraty )

  8. Joao e Plinio,
    Acho que essa historia de “peso nos ombros e na alma” foi feita para podermos um dia sentir o que, imagino, vcs estao sentindo.
    Parabens dobrado!!!
    Abrss, Bruno

  9. Caro Joao,

    Que a firmeza do continente ajude o Mar sem Fim a se recuperar logo, o casco esta intacto, tudo tem solucao! Transforme-o em barco-escola precisamos muito dele! Conte conosco nesta empreitada!
    Ha malas que vao para Belem…

  10. Obrigado por compartilhar todos estes momentos belos e difíceis, de onde se aprende sempre. Assim como foi da costa brasileira e Antártida em 2010, este documetário será tão bom quanto ! Você é o cara!

  11. Estou no aguardo do documentario que mostrará esse incrivel resgate.
    Parabens a todos os envolvidos!

    Obrigado, Jailson, já estamos trabalhando na edição. abraços

  12. Aqui de longe foi emocionante. Esperamos os detalhes para reviver a epopéia. Parabéns.
    Olá, Irineu, em breve teremos documentários, mostrando cada detalhe, na televisão.
    E um livro contando os bastidores desta história.
    abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here