Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia

2
249
views

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, programa 05

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia: caía neve quando deixamos a ilha Trinity, ainda atordoados pelo Nordeste (nas rajadas chegou aos 60 nós), um dia depois da refrega. Era 15 de janeiro. Uma sexta- feira fria e cinzenta. Nosso destino, a ilha Deception, outro “hit” da Antártica.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem do mar sem fim na ilha Trinity, antártica
Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia. Ilha Trinity, debaixo de pau

Deception é o tema

A ilha é a cratera de um vulcão. Tem oito milhas de diâmetro. Ela emerge em pleno estreito de Bransfield, porção de mar que separa as Shetland do Sul da Península Antártica.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem da ilha deception, antártica
Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia. Decpetion

Deception foi descoberta em 1819 por navios foqueiros. Depois de quase extinguirem estes animais chegaram os baleeiros. Em 1906 noruegueses e chilenos trouxerem a primeira fábrica flutuante. Em 1914/15 já havia 13 estações operando.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem de cauda de baleia fora dagua
Baleias de todos os tipos na Antártica

Matança de baleias até 1931

A matança, nesta ilha, durou até 1931. E só parou porque o preço do óleo caíu em razão de novas tecnologias. A caça da baleia quase acaba com este animal. Algumas espécies diminuíram para cerca de 5% de seus estoques originais.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem do Mar Sem Fim e navio de turistas em Deception
O Mar Sem Fim e navio de turistas em Deception

31 mil baleias azuis mortas em uma temporada

Na temporada de 1930-31, a captura da baleia azul, o maior animal do planeta ( 30 metros, e 120 toneladas em média), chegou ao impressionante número de 31 mil animais. Esta população jamais se recuperou.

Deception, Livingstone

Navegamos para Livingston, nas Shetlands do Sul, a 20 milhas de distância. Esta é uma ilha muito pouco visitada em razão do micro-clima ruim. Ela vive envolta em neblina, por isto é quase inédita na TV.

A aproximação é tensa. Há pedras em volta, e não temos a carta náutica de detalhes. Navegamos pelo radar. Peço desculpas aos futuros telespectadores, mas não vale o risco.

Viagem à Antártica, Trinity, Ilha Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem da baía Nelson, antártica
Baía Nelson

Livingstone, Ilha Nelson

Chegamos na estação brasileira dia 21 de janeiro, um mês depois de sairmos de Ushuaia.

Base Comandante Ferraz

Ao desembarcar fomos recebidos pelo atual chefe, Glenio Borges da Silva. Ele nos mostrou cada detalhe da construção feita com contêineres. Dos alojamentos, à biblioteca, passando por laboratórios, cozinha, sala de almoço e jantar, academia de ginástica, estação de tratamento de lixo e esgotos, etc.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia, imagem do mar sem fim na base comandante ferraz, antártica
A chegada na base que já não existe mais

Mar Sem Fim e Ary Rongel

Estivemos a bordo do Ary Rongel, que tem sua própria meteorologia. Almoçamos a bordo do gigante vermelho, e estudamos as condições de tempo. A janela parece boa.

Iniciamos a navegação às 05hs da manhã desta segunda- feira, 1º de fevereiro.

Rei George, Cabo Horn

Depois de 40 dias espetaculares na Antártica, suspendemos às 05hs da manhã, do dia 1º de fevereiro. Deixamos a enseada Martel, e iniciamos a travessia de 500 milhas até o Cabo Horn.

Viagem à Antártica, Trinity, Deception, Rei George, Cabo Horn, Ushuaia,imagem do cabo horn
Cabo Horn

Eram dez e meia da noite quando fundeamos na caleta Leon, “ao pé” do farol da ilha de Hornos, para passar a noite. Demoramos 65 horas e meia nesta perna.

No dia seguinte, às 9hs30, o Mar Sem Fim cruzou o mítico cabo Horn.

A viagem acabou. Falta atracar em Ushuaia.

Saiba sobre o naufrágio do Mar Sem Fim

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Curto e grosso. Muito obrigado, Marcelo, fico super, zíper, demais de feliz quando recebo um correio como o seu. Já ganhei meu dia. Vote sempre ao site, tem muuuuita coisa boa. Se vc gostou desse programa tem tudo pra gostar de outros. Grande abraço, e até breve!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here