Amarrado ao Cais

    0
    48
    views

    Impressionante! Faz semanas que tento, mas não consigo ir pro mar. Marquei a saída para primeiro de Outubro, mas tivemos que adiar a partida até o dia 25. Houve uma sucessão de pepinos, os mais variados, burocracia e que tais.

    Neste período, e cada vez mais forte à medida que a data se aproximava, eu não parava de pensar na viagem. Enquanto isto, mais embaixo, meu estômago dava sinais alarmantes: às vezes parecia totalmente oco, mesmo depois de comer. Então, de repente mudava, e passava a sensação que abrigava uma bigorna de tão pesado…

    Quando estava tudo pronto, barco abastecido e tripulação a postos, meu filho caçula, José, onze anos, resolve ter uma crise de apendicite. E foi operado imediatamente. Fiquei em São Paulo para acompanhar a recuperação, enquanto barco e tripulação deixaram Santos, na madrugada de 26 de Outubro, rumo a Rio Grande. Vou encontrá-los dia 29.

    Vamos aproveitar para gravar algumas entrevistas com especialistas da Universidade Federal do Rio Grande, a FURG, em vários temas antárticos. Em seguida navegaremos para o Arroio Chuí. De lá descemos para Cabo Polônio, no Uruguai, onde uma parada está prevista. Repetimos a dose no balneário de La Paloma, mais ao sul. A última escala no país será em Punta Del Este. Depois seguimos para a Argentina.

    A bordo somos seis: Pedrão Camargo, skiper, Alonso Góes e Manoel de Souza, imediato e marinheiro; Paulo Cezar Cardozo (trabalhou comigo na série Mar Sem Fim), cinegrafista, Adriano Pessoa, editor, e eu.

    Plano de navegação: chegar na boca do Estreito de Magalhães, no final de novembro, com o primeiro documentário pronto.

    Na entrada do estreito iniciamos as gravações do segundo, que vai mostrar o trajeto até Ushuaia.

    Reabastecemos, e iniciamos a próxima perna: vamos tentar o Drake na primeira semana de dezembro, se o tempo permitir.

    Planejamos ficar um mês na Península Antártica, onde gravaremos, no mínimo, mais três documentários.

    No início de janeiro atravessamos de volta para a terceira, e derradeira etapa da viagem. Na região de Ushuaia vamos gravar os três últimos documentários: Terra do Fogo, Cabo Horn, o estreito Le Maire, e a isla de Los Estados, estão em nossos planos. Ao todo serão oito episódios, com uma hora cada. Eles serão exibidos, em rede nacional, pela TV Bandeirantes, em Fevereiro e Março de 2010.

    PS

    Acabo de receber um telefonema do Pedrão. O mar já mostra sua força: na noite passada o sudoeste chegou aos 40 nós, e as ondas subiram para cerca de três metros. O barco se comportou bem, segundo o Pedrão, mas eles arribaram em Florianópolis, à espera de melhores condições.

    COMPARTILHAR