Parques Estaduais Ilhabela e Ilha Anchieta – Episódio 18

4
1252
views

Antes de terminar as Unidades de Conservação Federais do estado de São Paulo decidimos conhecer algumas estaduais

Os dois Parques, Ilhabela e Ilha Anchieta, têm características parecidas: ficam no litoral Norte de São Paulo, a pouca distância da maior cidade do País (Ilhabela está a 210 km de São Paulo), e são muito frequentados por turistas. Ambos têm a Mata Atlântica como atrativo principal, além de outros ecossistemas como costões rochosos, praias, e mata de restinga. Seu interior abriga um grande número de aves, répteis, anfíbios e mamíferos. Mas há uma diferença fundamental. Ilhabela tem moradores fixos, 28 mil pelo Censo de 2010, distribuídos em nove mil domicílios. E tornou-se um dos pontos preferidos para o turismo de segunda residência de paulistas e outros brasileiros iniciando um processo de especulação imobiliária.

Ilhabela e Ilha Anchieta

imagem da especulação imobiliária em Ilhabela
Aos poucos a especulação toma conta de Ilhabela

Ilhabela e Ilha Anchieta encerram o “pente fino” no litoral de São Paulo. A próxima etapa é o Rio de janeiro, sexto Estado em que vamos investigar como são cuidadas nossas Unidades de Conservação federais da zona costeira.

Ilha Anchieta fica “grudada” em Ubatuba, cuja população atinge os 28 mil moradores, distribuídos em 25 mil domicílios. Ubatuba, por sua beleza e proximidade com São Paulo, disputa com Ilhabela a preferência das pessoas que podem ter uma segunda residência para aproveitar o verão. Em 1983 a Fundação Parque Zoológico, de São Paulo, introduziu mais de cem animais exóticos, de 15 espécies diferentes. Não consegui descobrir o motivo desta ação desastrada. Algumas espécies não resistiram ao novo habitat outras, entretanto, se multiplicaram de forma impressionante. Hoje são um grande problema ainda não resolvido pelas autoridades do meio ambiente paulista.

imagem de quati em ilha Anchieta
Quatis, capicavaras, saguis, e outros animais foram soltos em Ilha Anchieta. Hoje são um problema que as autoridades ambientais ignoram.

» Expedição nos PARNAS de Ilhabela e Ilha Anchieta, leia mais sobre a nossa visita.

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

4 COMENTÁRIOS

  1. Deveria ter buscado melhor informação.
    Castelhanos não está dentro da área do parque e nós condutores levamos sim renda para a comunidade. O pescado fica nos restaurantes e também a mão de obra dos restaurantes é utilizada algumas pessoas da comunidade. Hoje existem também a confecção de artesanato que os turistas compram. Os condutores mantém parceria com a comunidade, dando transporte gratuito.
    Reveja as informações. Inclusive foi assinada ontem um PL que autoriza a privatização dos parques estaduais, que tal fazer uma matéria sobre isso?

    • Olá, Arnaldo, obrigado pela mensagem. Castelhanos está sim, dentro da área do Parque Estadual. Se você não sabe disso, ‘deveria buscar melhor informação. Levam pouquíssima renda para a comunidade. Não fosse isso, eles não estariam na condição miserável em que se encontram. Conversei com os nativos, e foi deles a informação. Sobre o projeto de passar à iniciativa privada, 25 Parques estaduais, assinado ontem, a matéria está neste link:
      http://marsemfim.com.br/parques-paulistas-e-a-iniciativa-privada/
      Abraços, e volte sempre!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here