Litoral da Noruega ameaçado por submarino nazista

12
2351
views

Litoral da Noruega ameaçado por submarino nazista carregado com mercúrio

“Em 9 de fevereiro de 1945, nos últimos meses da Segunda Guerra Mundial, o submarino alemão U-864 navegava pelo litoral da Noruega carregado de insumos para fabricar equipamentos bélicos. Inclusive chumbo, aço e 65 toneladas de mercúrio. Sua missão, a Operação César, era chegar até o Japãoaliado da Alemanha, com o objetivo de fortalecer o arsenal japonês na guerra. A tripulação do U-864 era de 73 pessoas, incluindo cientistas que trabalhavam para o regime nazista e que iriam transferir seu conhecimento aos japoneses. Mas a operação fracassou.” Assim a BBC.com inicia seu relato sobre mais uma bizarra descoberta. Ela é fruto do devaneio de gerações que nos antecederam. Não, o problema não é só a nossa geração. Outras, que nos antecederam, deram enorme contribuição. A saber:

imagem de submarino naufragado no litoral da noruega
Um modelo de sub-nau submarino U-864 (imagem do YouTube).

Único registro de afundamento de um submarino por outro submarino

E prossegue a BBC: “Um submarino britânico, o HMS Venturer, conseguiu interceptar o U-864 e o torpedeou. Todos os ocupantes morreram. O ataque entrou para a história como o único episódio da guerra em que um submarino submerso conseguiu destruir outro também no fundo do mar. Em 2003, passados 58 anos do episódio, a Marinha norueguesa encontrou os destroços do U-864, a duas milhas náuticas de distância da ilha Fedje. E a descoberta trouxe preocupações para as autoridades do país.”

imagem de mapa do litoral da noruega
A ilha Fedje em vermelho.

Milhares de garrafas de mercúrio

Em março de 2003, o caça-minas da Marinha Real NorueguesaKNM Tyr, alertado por pescadores, encontrou o naufrágio. Em 2005 mandaram um ROV fazer uma vistoria geral. Ele encontrou mais 107 fragmentos de embarcação na área, provavelmente partes da seção central explodida. Uma das garrafas de aço foi recuperada. Sua parede original de 5 milímetros (0,20 pol) de espessura foi corroída, deixando em uma espessura de 1 milímetro (0,039 pol) de aço. O mercúrio, 65 toneladas,  contido em 1.857 garrafas de aço enferrujadas localizadas na quilha da embarcação, estava vazando e atualmente representa uma grave ameaça ambiental, devido ao potencial envenenamento por mercúrio.

imagem de garrafa enferrujada com mercúrio no fundo do litoral da noruega
As garrafas enferrujadas. Foto: BBC.com

 

Envenenamento por mercúrio

É dos mais terríveis que se possa imaginar. Recentemente o Mar Sem Fim abordou o tema porque há frequentes registros de casos de seres humanos que se intoxicam ao comer certos peixes, como o atum, predadores, e frutos do mar em demasia. Em estágio grave a doença mata, e deixa sequelas, filhos de contaminados podem nascer deformados física, e mentalmente. A síndrome foi batizada como ‘doença de Minamata‘, para que não esqueçamos o que aconteceu no passado, e foi duríssimo.

Como lidar com o mórbido achado?

O site www.timesofisrael.com diz que: “ O jornal de Oslo Dagbladet o chamou de “bomba secreta do veneno de Hitler”. O site acrescenta que, “embora apenas quatro quilos de mercúrio tenham vazado até o momento, até mesmo isso causou níveis elevados de mercúrio no lodo ao redor dos destroços, bem como nos peixes da região. A pesca não é permitida nas águas próximas.”  A BBC confirma a contaminação: “Um estudo do Instituto Nacional de Investigação sobre Nutrição e Alimentos Marinhos concluiu que os peixes que haviam sido expostos a sedimentos da área do submarino tinham níveis mercúrio quatro vezes mais altos que os peixes de outras áreas do litoral da Noruega.

imagem do submarino naufragado no litoral da noruega
Esta imagem é real, e da BBC.com

Como se livrar do abacaxi sem causar mais problemas?

Depois de muito estudo as autoridades norueguesas chegaram à conclusão que uma operação de resgate (içamento) pode resultar em um derramamento catastrófico. Em vez disso, os destroços serão enterrados sob um “sarcófago”, semelhante ao que foi erigido em Chernobyl para conter o desastre nuclear de lá. O projeto começará no próximo ano e terminará em 2020. Espera-se que ele custe mais de US $ 32 milhões, informou o Times de Londres.

Fontes: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45981221; https://en.wikipedia.org/wiki/Mercury_poisoning; https://www.timesofisrael.com/norway-to-bury-sunken-nazi-sub-to-contain-toxic-cargo/.

Conheça os navios movido a energia eólica, e outras tecnologias, o futuro chegou

Repórteres do Mar

O Mar Sem Fim quer a sua colaboração. Não é possível estar em todos os lugares ao mesmo tempo e, com a sua ajuda, podemos melhorar ainda mais o nosso conteúdo. Saiba como colaborar com o Mar Sem Fim.

Comentários Comentários do Facebook

12 COMENTÁRIOS

  1. O sr. Shimura deve ter lido a reportagem – Mar sem fim – das barbaridades que acontece nas praias do litoral brasileiros – esgotos in natura jogados ao mar

  2. No final da guerra (1945), já não era mais possível aos alemães enviar ou receber carga por navio, em razão de um eficiente bloqueio aliado. Assim, a solução encontrada para esse “intercâmbio” com o Japão – na tentativa, talvez, de deixar ocupadas as tropas americanas no teatro do Pacífico – foi a utilização de U-boats. Ao que parece, a missão principal, neste caso, era enviar ao Japão turbinas do recém criado caça Messerschmitt Me262, juntamente com técnicos e desenhos. Além disso, a carga de mercúrio, alojada ao longo da quilha da embarcação, em substituição ao lastro original de aço, seria utilizada na fabricação de explosivos. O fulminato de mercúrio é um explosivo bem conhecido, utilizado como iniciador de outros explosivos (componente de detonadores ou espoletas). Já pensou se o Japão ou a Alemanha tivessem esse jato Me262 dois anos antes…?!

  3. Seria interessante tentar recuperar materiais, escritos e documentos dessa equipe de cientistas, agora eu tenho uma pergunta, e se alguém puder me responder eu fico grato, alguém sabe que tecnologias são essas que eles iam transferir aos japoneses e o que eles pretendiam fazer com tanto mercúrio?

  4. O SR. SHIMURA TRATA COM SARCASMO UM PROBLEMA GIGANTE QUE TEM EMBASAMENTO NOS DIABÓLICOS ACONTECIMENTOS DE PAÍSES QUE TENTARAM DOMINAR TODO O MUNDO ATRAVÉS DA MATANÇA INDISCRIMINADA. ESTRANHO COMENTÁRIO DE UM DESCENDENTE DE UM DESSES POVOS QUE , NO MOMENTO, DESTRÓI AS BALEIAS, TUBARÕES E ETC. FALTOU PROATIVIDADE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here