Educação ambiental no currículo escolar, sugere a Unesco

0
1827
views

Educação ambiental no currículo escolar até 2025, é o que sugere a Unesco a todos os países

Ao que parece a educação tradicional não está preparando os alunos para  atuarem em um mundo onde as mudanças climáticas e a perda de biodiversidade são talvez as maiores ameaças à vida humana, alerta um novo relatório da Unesco. O trabalho foi publicado às vésperas da Conferência (online) Mundial sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável, de Berlim, Alemanha, entre 17 e 19 de maio. Educação ambiental no currículo escolar até 2025, sugere a Unesco.

Imagem de estudantes em evento sobre o clima
Imagem, https://en.unesco.org/.

Educação ambiental no currículo escolar até 2025

No estudo ‘Aprender pelo nosso planeta‘,  a Unesco analisou os programas e currículos escolares de 50 países de todas as regiões do mundo. Mais da metade não faz qualquer referência às mudanças do clima, e apenas 19% explicam sobre a biodiversidade.

A diretora geral da Unesco, Aidrey Azoulay chamou a atenção: “A educação deve preparar os alunos para compreenderem a atual crise ambiental (…). Para salvar o planeta, devemos transformar a nossa forma de viver, produzir, consumir e interagir com a natureza. É fundamental integrar a educação para o desenvolvimento sustentável em todos os programas de aprendizagem de todos os lugares.”

O Mar Sem Fim concorda em gênero, número e grau. E torce para isto acontecer no Brasil tão logo um novo governo assuma. Com o negacionismo do atual governo, e o descarado pouco caso dado à Educação, não é possível sonhar com esta inclusão no momento. Mas não viveremos nas trevas eternamente. Cedo ou tarde os ventos mudam de direção…

A conferência de Berlim

Durante a Conferência Mundial Virtual, mais de 80 representantes de países se comprometeram com medidas concretas para transformar a aprendizagem para a sobrevivência de nosso planeta.

PUBLICIDADE

Imagem de estudante na escola
Imagem, https://en.unesco.org/.

A Declaração de Berlim sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) descreve uma série de políticas para transformar a aprendizagem para transformar a educação ambiental em um componente curricular básico presente em todos os níveis de educação até 2025.

A Conferência, que contou com mais de 10 mil espectadores, foi organizada pela UNESCO em cooperação com o Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha e, como parceiro consultivo, a Comissão Nacional da Alemanha para a UNESCO.

Laurent Fabius, que presidiu a 21ª Conferência do Clima (COP 21), ocasião em que o Acordo de Paris foi selado, afirmou que “a luta contra a mudança climática começa na escola.”

Fabius lembrou dos compromissos do Acordo de Paris com a educação e pediu maiores esforços para melhorar a formação de professores em EDS e aumentar seu financiamento. “2021 é o ano em que superaremos a pandemia e embarcaremos em um modelo de desenvolvimento sustentável para o futuro, modelo este que deve incluir a EDS. Se perdermos esta ocasião, perderemos décadas. Esta é uma corrida contra o relógio”.

Assista ao vídeo da Unesco e saiba mais

Imagem de abertura: en.unesco.org

Fontes: https://brasil.un.org/pt-br/127471-unesco-transforma-educacao-ambiental-em-componente-curricular-basico-ate-2025; https://www.wilder.pt/historias/unesco-pede-a-todos-os-paises-para-porem-a-educacao-ambiental-no-centro-dos-curriculos-escolares-ate-2025/?fbclid=IwAR0seOzZO27ZWbL85vt2D_4mDzO21tlS5J0oK4AjcE2GkILVyThSLb701GA.

Estrada do Colono ameaça Parque Nacional do Iguaçu

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here